Óxido Nitroso – N2O

Tempo de leitura: 4 minutos

Muita gente só conheceu o Óxido Nitroso depois de aparecer nos filmes da franquia Velozes e Furiosos, mas sua invenção remete a 1776, isso mesmo você leu certo, o químico, cientista, historiador, filósofo e ministro presbiteriano inglês Joseph Priestley (Esse era estudioso hein?).

Você pode conferir na sua literatura  Experiments and Observations on Air – 2 volume, ele acreditava que poderia usar para a conservação de alimentos, mas sem sucesso, em 1800 o cirurgião também inglês chamado Humphry Davy, descobriu os efeitos anestésicos do gás, usando nele e em outras pessoas, com um efeito colateral: O riso, por isso o N20 ficou conhecido como gás do riso.

Joseph Priestley

Somente em 1840 o gás passou a ser usado como anestésico pelo americano Gardner Quincy Colton, em 1845 foi usado pelo dentista Dr. Wells e até hoje em vários lugares no mundo o gás ainda é usado como anestésico.

Só por curiosidade o ano de 1776 foi bem interessante, os Estados Unidos declararam sua independência e iniciou a revolução contra a Inglaterra, Adam Smith publica sua obra The Wealth of Nations. Na Baviera, foi fundada a temida organização Illuminati, as cidades de Porto Alegre (RS) no Brasil e São Francisco (CA) nos Estados Unidos foram fundadas, além do Vice-Reino do Rio Prata com Capital em Buenos Aires.

Tá muito legal, mas e os carros?

Calma chegaremos lá, mas antes o uso na mecânica deste gás foi na aviação, durante a 2ª Grande Guerra inicialmente pelos aviões alemães, com altas altitudes o óxido nitroso supria a falta de oxigênio na mistura, a aviação avançava a cada segundo.

Só ver os primeiros aviões no início da guerra e ver os caças a jato nazistas já no final, para se notar a evolução e uma destas evoluções foi o uso do N2O nos motores dos aviões, aumentando assim o rendimento de forma brutal.

Focke-Wulf Fw 190 – usava o H2OAlguns motores Rolls Royce Merlin foram modificados e usados com N2O no Supermarine Spitfire e no Havilland Mosquito.

Depois da 2ª Grande Guerra alguns soldados americanos que voltaram começaram a “fuçar” nos teus carros, aumentando a carburação, mudando o comando, cabeçotes, entre outras coisas e não demorou muito para que começassem a usar nos teus motores.

(Lembrando que os caças já usavam também Superchargers, Turbos e N2O, hoje muita gente ainda acha novidade).

Anos 50, os rebeldes dominavam as pistas com seus Hot RodsCarros da Nascar nos anos 50 começaram a usar o N2O para aumentar a potência sem ter problemas com o regulamento, até ser banido.

Como funciona o Óxido Nitroso (N2O)?

Vocês sabem que o motor a combustão (Ciclo Otto) precisa de ar + combustível (Mistura Estequiométrica) para ter a explosão dentro do cilindro, então quanto mais ar é admitido dentro do cilindro, mais combustível precisa para haver a explosão.

O gás é armazenado em forma líquida dentro de um cilindro sob pressão e através de uma linha de alimentação segue para a admissão do motor, ao ser injetado a compressão transforma o líquido em gás (condensação), causando uma redução de temperatura para quase -90º, resfriando o coletor e permitindo mais massa de ar no cilindro.

Quando dentro do cilindro, com a compressão a temperatura chega próximo aos 300º C, a ligação entre oxigênio e nitrogênio é quebrada, com isso a mistura fica com mais oxigênio, permitindo a injeção de mais combustível sem enriquecer a mistura estequiométrica, transformando em energia térmica, e quando mais energia térmica, mais força nos pistões e consequentemente mais potência.

O KIT NITRO como vemos ser chamado pode aumentar de 0,5 cv (0.37 kw) a 3000 cv (2200 kw), dependo do tipo de kit.

Existem alguns tipos de kits para o uso do NO2

Seco ( Dry) – Seu uso depende da injeção eletrônica, pois utiliza dados de leitura da mesma e dos bicos injetores.

Úmido com ponto único (Wet single-point) – Neste tipo qualquer tipo de motor pode usar, principalmente os carburados, nele se tem mais combustível injetado junto com o NO2.

Úmido direcionado (Wet direct port) – Aqui cada cilindro recebe separado o gás, como se fosse um sistema de injeção de combustível multi-point, só que com gás.

(Plenun Bar) – Diretamente no coletor e usado em conjunto com o sistema direcionado, pode ter vários estágios.

Propano ou GNV – Este sistema utiliza o gás GNV em conjunto com o N2O, trabalha seco.

 

Gostou deste artigo? Escreva para a Sociedade Automotiva – contato@cursodemecanica.com.br ou no sociedadeautomotiva@gmail.com

 

Nos siga – YouTube, Facebook.

 

2 Comentários


  1. OLÁ TUDO BEM !! EU TAMBÉM SOU MECÂNICO AUTOMOTIVO ESPECIALIZADO EM AUTOS NACIONAIS E IMPORTADOS E GOSTARIA DE ELOGIAR AS MATÉRIAS MENCIONADAS NA SUA PÁGINA … PARABÉNS MESMO !! ABS

    Responder

    1. Obrigado Neri, vou te cadastrar na nossa lista para receber nossas publicações!!! Valeu

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *